Mais hits para embalar o carnaval indie

Indie rock genérico é a especialidade do Two Door Cinema Club. A sensação que se tem ao ouvir o disco de estreia, Tourist History, é de que a banda é um investimento de produção, montada com músicas pré fabricadas para emplacar em um comercial da Apple. A fórmula deu certo na Irlanda, terra da banda, e lotou o Circo Voador, no Rio, em janeiro. Mas Tourist History pouco explora possibilidades de arranjos e interpretação em suas onze faixas. O disco é construído sobre uma variedade de batidas que vão do disco a algo semelhante ao afoxé. Por cima delas, acordes ensolarados e melodias repetitivas que, junto às guitarras dão o tom de micareta indie. O rótulo, por sinal, foi criado pela imprensa brasileira para resumir o show do Vampire Weekend em São Paulo, no início do ano. E Tourist History parece ser o produto de um Vampire Weekend ou um Phoenix Made in China. Algo como ter de comprar um pacote de bolachas Mabel quando Tostines está em falta no supermercado.

Roberto Nascimento, O Estado de S.Paulo

19 de março de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.