Magritte supera US$ 11 milhões

O artista belga René Magritte foi o grande astro da noite de quarta-feira no leilão de arte impressionista e moderna da casa Christie's em Londres, confirmando o apetite dos colecionadores por obras surrealistas. Les Jours Gigantesques (1928) alcançou £ 7,2 milhões (US$ 11,3 milhões), várias vezes a estimativa da pré-venda, de £ 800 mil a £ 1,5 milhão. Era o segundo item mais valorizado de Magritte nessa venda. O New York Times afirmou que o comprador da tela, que mostra uma mulher sendo atacada, foi o financista Wilbur Ross. Dez pessoas disputaram a compra lance a lance. A obra mais cara do leilão foi Femme Assise (1949), de Picasso, por £ 8,6 milhões. / REUTERS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.