Mafalda, de Quino, completa 40 anos

O cartunista argentino Joaquín Lavado, mais conhecido como Quino, não sabe a data exata em que Mafalda, sua mais famosa personagem, nasceu. Mas o fãs apostam: foi em 29 de setembro de 1964 que a primeira história em quadrinhos protagonizada pela garotinha de 8 anos, foi publicada na revista semanal Primeira Plana, de Buenos Aires. Aquela foi a estréia das aventuras da menina que detestava sopa com a mesma intensidade que exercitava seu humor cáustico sobre o momento político na América Latina. Quino, em entrevista recente ao jornal italiano La Repubblica, revelou que se inspirou em uma de suas avós, "uma mulher abertamente comunista", para compor a personagem. O resto da turma que durante anos freqüentou as páginas de jornais argentinos, espanhóis e brasileiros, entre eles Manolito, Felipe, Liberdad, nasceu da observação dos conflitos familiares e da revolução de costumes das décadas de 60 e 70. Mafalda deixou de ser desenhada em 1973, mas mesmo sem ter histórias inéditas publicadas, ela ainda é considerada um símbolo de rebeldia para pelo menos duas gerações. Aos 72 anos, Quino vive na Europa, entre a Espanha e a Itália. Sua sobrinha e porta-voz, Julieta Colombo, disse que nenhuma comemoração especial está prevista para as quatro décadas de sua personagem mais famosa.

Agencia Estado,

29 de setembro de 2004 | 11h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.