Reuters
Reuters

Mãe de Michael Jackson obtém medida cautelar contra supostos abusos de sobrinho

Ação é para que Trent Lamar mantenha distância de no mínimo 100 metros de Katherine

Piya Sinha-roy e Jill Serjeant, Reuters

10 de fevereiro de 2017 | 10h16

Katherine Jackson, a mãe de 86 anos do pop star Michael Jackson, obteve uma medida cautelar contra um sobrinho que acusa de maltratá-la, obter informações sobre suas contas bancárias e outros abusos emocionais.

Trent Lamar Jackson, sobrinho de 52 anos do lado da família do marido Joe Jackson, trabalhava como motorista para a matriarca da família Jackson.

O advogado de Katherine Jackson disse em documentos registrados no Tribunal Superior de Los Angeles nesta semana que ela tem medo do sobrinho e teme que ele use seus cartões de crédito e outras informações financeiras a seu respeito em proveito próprio.

"A senhora Jackson tem que se esconder no armário para falar com os filhos se quiser falar livremente", disseram os documentos. "Trent intimida a senhora Jackson." "Ela já aguentou o suficiente, sua saúde é frágil e ela está cansada de sentir medo."

Na quarta-feira, 8, um juiz do Tribunal Superior de Los Angeles emitiu uma medida cautelar temporária contra Lamar Jackson e ordenou que ele se mude da casa de hóspedes da residência de Katherine Jackson em Calabasas, perto de Los Angeles, e mantenha uma distância de no mínimo 100 metros da parente. Não foi possível contatar Lamar Jackson para obter comentários.

 

Mais conteúdo sobre:
Michael JacksonJustiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.