Madonna vai construir escola para meninas no Malauí

Advogado da cantora afirma que projeto será nos moldes do que Oprah Winfrey tem na África do Sul

Mabvuto Banda, da Reuters,

14 de maio de 2008 | 09h28

A diva pop Madonna planeja construir neste ano uma escola multimilionária para meninas pobres no Malauí, conforme disse nesta quarta-feira, 14, o advogado dela no país. "Uma força-tarefa local com quatro pessoas já foi formada para chefiar o projeto, que vai ser nos moldes do que a Oprah Winfrey tem na África do Sul", disse Alan Chinula, advogado de Madonna, à agência Reuters.     Veja também: Madonna choca ao falar palavrões em show exibido pela BBC Nova turnê de Madonna passará pela América do Sul este ano Madonna beija fã durante show de seu novo CD em ParisPai de garoto do Malauí apóia adoção por Madonna"É um projeto multimilionário e vamos saber o custo exato nas próximas duas semanas", afirmou.Oprah, a bilionária magnata da televisão norte-americana, construiu uma escola de US$ 40 milhões só para garotas na África do Sul. O prédio tem, entre outras coisas, laboratórios, um estúdio de ioga e um salão de beleza. A Alta Corte do Malauí deve aprovar na quinta, 15, a tentativa de Madonna de adotar um menino de dois anos, David Banda, nascido no país. Tanto o governo quanto o pai de David - o único parente vivo do menino - aprovam a adoção. Madonna não comparecerá à última sessão judicial que decidirá sobre a adoção porque está muito ocupada, disse Chinula na terça-feira. A adoção é polêmica. Há quem acuse o governo de fazer vista grossa às leis que proíbem que pessoas que não moram no Malauí adotem crianças de lá. Abalado por uma epidemia de Aids, o país tem mais de um milhão de órfãos.

Tudo o que sabemos sobre:
MadonnaMalauí

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.