Madonna leva nova filha para sessão de cabala em Londres

Decisão da cantora de expor Mercy à nova doutrina religiosa foi duramente criticada pela imprensa

Efe,

22 de junho de 2009 | 10h52

A nova filha adotiva de Madonna, Chifundo Mercy James, participou na último domingo, 21, em Londres, de sua primeira sessão de cabala, de acordo com a imprensa britânica. Mercy chegou à capital no domingo e foi imediatamente levada para um centro judaico junto com seus meio-irmãos.

 

A decisão de Madonna de levar a nova filha para a cabala foi duramente criticada pela imprensa sensacionalista do Reino Unido. Vários foram os jornais que criticaram a cantora por não ter dado a Mercy tempo para se adaptar ao novo ambiente em que viverá.

 

Segundo declarações da psicóloga Katherine Fingleton ao "Sunday Mirror", a ida de Mercy, de 4 anos, a um centro judaico provavelmente representou um "choque cultural" para a menina, que "deveria ser resguardada (...) para uma melhor adaptação".

 

Acompanhando Mercy na sessão de cabala, estavam o ex-marido de Madonna, Guy Ritchie, e seus três meio-irmãos: Lourdes Maria, Rocco e David, de 12, 8 e 3 anos, respectivamente.

 

Muitas organizações disseram que a adoção de Mercy foi autorizada graças às somas de dinheiro que Madonna doou ao Malauí, país onde Mercy nasceu.

 

"Minha Mercy se foi. Madonna usou seu poder e seu dinheiro para levá-la, mas meu sangue está nela. Já não há nada que possa fazer", disse o pai da menina no sábado, quando um jato particular levou-a para Londres.

 

A cabala é considerada a vertente mística do judaísmo, sendo uma doutrina que investiga a natureza divina e do universo.

Tudo o que sabemos sobre:
Madonnacabalamúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.