Madonna irá ao Malauí na semana que vem tratar de adoção

Em fevereiro, governo do Malauí elogiou a cantora por defender os órfãos, um dos mais afetado pela Aids

Reuters,

01 de abril de 2008 | 18h08

A cantora Madonna deve voltar na semana que vem ao Malauí para o que deve ser a última audiência judicial sobre a adoção de um menino desse país, situado no sul da África, segundo informou um funcionário do aeroporto local nesta terça-feira, 1.    Veja também: 'Há uma parte de mim em cada disco que faço', diz Madonna Madonna lança álbum 'Hard Candy' via celular Revista revela capa do novo álbum de Madonna Novo single de Madonna vaza e se espalha na internetEsse funcionário declarou à agência de notícias Reuters que o jato da cantora foi autorizado a pousar em Lilongue a partir do dia 8.   Em fevereiro, o governo elogiou Madonna por defender os órfãos do país e disse que seria errado proibi-la de adotar o menino David Banda, que ela conheceu em um orfanato em 2006. O menino atualmente vive com Madonna e seu marido, o cineasta Guy Ritchie, em Londres. Críticos acusaram o governo de ignorar determinadas leis que regulamentam a adoção de crianças malauianas por estrangeiros.     O país, muito afetado pela epidemia de Aids, é um dos mais pobres do mundo. Estima-se que haja 1 milhão de órfãos no Malauí, muitos deles soropositivos. O governo local informou que está revendo as leis de adoção.

Tudo o que sabemos sobre:
Madonnaadoção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.