AP
AP

Madonna critica M.I.A. por gesto ofensivo durante show

Cantora qualificou atitude como 'adolescente', 'negativa' e 'fora de lugar'

Reuters,

10 de fevereiro de 2012 | 19h00

Madonna criticou a rapper britânica M.I.A. por exibir o dedo médio erguido durante sua apresentação do domingo no Super Bowl, o que a veterana cantora pop qualificou como uma atitude adolescente, negativa e fora de lugar.

Falando na sexta-feira a uma rádio de Los Angeles, Madonna afirmou que não sabia que M.I.A. tinha feito esse gesto ofensivo ao acompanhá-la no palco no intervalo do Super Bowl, principal jogo da temporada do futebol americano, visto neste ano por 114 milhões de pessoas pela TV nos EUA.

"Não saiba a respeito até sair. Fiquei realmente surpresa", disse Madonna. "Entendo que é punk, rock, tudo, mas para mim havia tamanho sentimento de amor e boa energia e positividade... Pareceu negativo. É uma dessas coisas que é muito adolescente, uma coisa irrelevante de fazer. Qual é o sentido? Era fora de lugar", disse Madonna.

A NFL (liga de futebol americano) e a rede NBC pediram desculpas aos espectadores pelo incidente, que foi ao ar apesar de a transmissão ter um pequeno atraso em relação ao evento ao vivo, justamente para evitar casos como esse.

O Conselho de Pais da Televisão protestou contra a NFL e a NBC por contratarem artistas "que baseiam sua carreira no choque, na profanação e na excitação sexual".

A Comissão Federal de Comunicações, que regulamenta o uso de palavrões e nudez na TV aberta, não informou se recebeu queixas oficiais.

Tudo o que sabemos sobre:
MadonnaSuper BowlM.I.A

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.