MAC-USP há quarenta anos na vanguarda

Na festa de 40 anos do Museu de Arte Contemporânea da USP, os convidados são Anita Malfatti, Boccioni, Chagall, Di Cavalcanti, Picasso, Tarsila do Amaral, Carmela Gross, Cildo Meireles, Amadeo Modigliani e vários outros grandes nomes das artes plásticas brasileiras que fizeram ou que ainda fazem a fama do museu. Com entrada gratuita será inaugurada hoje a mostra Interfaces Contemporâneas, que prossegue até dia 8 de junho. "Temos um acervo de oito mil obras e levamos um ano para fazer a curadoria desta exposição comemorativa. Foram noites e noites de discussões e escolhas", diz Elza Ajzenberg, diretora da instituição. "O público verá na exposição um apanhado histórico da trajetória do MAC, que chamamos de túnel do tempo, completado por obras de artistas importantes de hoje". As comemorações do aniversário do museu vão se estender ao longo do ano. Também hoje entrará no ar o novo site do MAC - em português, inglês e espanhol - que trará todo o acervo do museu fotografado em ângulos de 360º e outras exposições virtuais. O MAC USP foi criado em 8 de abril de 1963, dois meses depois que Francisco Matarazzo Sobrinho e Yolanda Penteado cederam seus acervos. O primeiro doou à instituição o acervo que constituía o antigo MAM. Já Yolanda ofereceu sua coleção particular. Serviço: "Interfaces Contemporâneas". MAC-USP (R. da Reitoria, 160, tel.: 3091-3372). Ter a sex, das 10h às 19h; sáb, dom e fer das 10h às 16h. Grátis

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.