Lygia Fagundes Telles recebe o Prêmio Camões

A escritora brasileira Lygia Fagundes Telles, autora do livro As Meninas (1973), recebeu hoje oprêmio Camões, o mais importante da literatura em português e que dáao vencedor 100.000 euros, todos os anos, em um cerimônia que encerra a 8.ª Cúpula Luso-brasileira.A escritora latino-americana disse estar feliz por receber essadistinção na cidade do Porto, no norte de Portugal, país que disseamar profundamente e onde afirma possuir antigas raízes familiares.A romancista brasileira lamentou que a Academia Sueca tenha ignorado mais uma vez autores brasileiros ao premiar o dramaturgo inglês Harold Pinter. O único escritor de língua portuguesa que já recebeu o Nobel foi o romancista, poeta e dramaturgo português José Saramago, em 1998."Algum dia, quem sabe, ainda vão se lembrar do Brasil", disse a escritora durante uma visita a Portugal, segundo informou a agência de noticias Lusa.Em um ato que contou com a presença dos presidentes do Brasil ePortugal, Luiz Inácio Lula da Silva e Jorge Sampaio,respectivamente, ela se referiu aos presentes como "irmãosportugueses" e disse que o idioma que se fala no Brasil é "umportuguês com sal".Além disso, afirmou que os brasileiros sempre quiseramDistinguir seu estilo de português e "deixar sua marca nesse idioma". Lula agradeceu a contribuição da escritora à cultura brasileiraE à língua portuguesa, através de uma linguagem que definiu como"iluminada". Jorge Sampaio ressaltou que o prêmio Camões serve para lembrarque mais de 200 milhões de pessoas falam português no mundo todo,além de ter pedido uma maior valorização para esse galardão entre ospaíses que se expressam nesse idioma. Em maio, no Rio de Janeiro, um júri integrado pelos escritoresportugueses Agostiniana Bessa Luís e Vasco Graco Moura, peloangolano José Eduardo Agualusa, pelo cabo-verdiano Germano deAlmeida e pelos brasileiros Antonio Carlos Sussekind e IvanJunqueira elegeu Fagundes Telles como a vencedora do prêmio de 2005. O prêmio Camões foi criado em 1980 pelos Governos de Portugal eBrasil para distinguir anualmente um escritor que contribua com suaobra para enriquecer o patrimônio literário na língua portuguesa. Nascida em São Paulo em 19 de abril de 1923, ela faz parte daAcademia Brasileira das Letras desde 1985.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.