Luz de celulares permite cirurgia na Argentina

As luzes de vários celularespermitiram que um paciente fosse operado de apendicite naArgentina, após um repentino corte de energia elétrica, disseno sábado um porta-voz do hospital. "Era uma operação de apendicite e no momento houve um cortede eletricidade em grande parte da cidade de Villa Mercedes, eo gerador do hospital, que deveria estar funcionandocorretamente, não funcionou", disse o porta-voz ao canal denotícias TN. "Então os cirurgiões e anestesistas ficaram às escuras. Osfamiliares, ao ver que não havia luz no local onde estavam,perguntaram se havia falta de iluminação ... e assim a famíliajuntou os celulares que havia à disposição e levou luz ao localde operação", acrescentou. A Argentina atravessa uma crise energética devido ao atrasode investimentos no setor, junto ao forte aumento da demandadevido à expansão da economia. O sistema de transporte edistribuição de eletricidade funciona em seu limite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.