Lusco-fusco incômodo

Mercúrio reingressa em Leão e está em oposição a Netuno

Oscar Quiroga, oscar.quiroga@estadao.com.br, O Estado de S.Paulo

08 de agosto de 2011 | 00h00

A confusão é generalizada e ressalta que nada voltará a ser como antes, nunca mais! Estamos, porém, no tempo do incômodo lusco-fusco que destaca as aberrações e injustiças do mundo que não é mais, mas que, por falta de termos avançado o suficiente para instituir a nova onda da civilização, continua, pela inércia, valendo a injustiça aberrante do anterior. Neste momento, enquanto nos preocupamos em organizar o horário para atender a aulas de inglês e ir ao shopping, 500.000 crianças vão nos próximos dias morrer de fome na Somália. Se este não é um caso que legitima a invasão do país porque comete crime de lesa-humanidade então vamos nos declarar todos hipócritas de uma vez por todas! É ou não é importante proteger a espécie humana?

ÁRIES 21-3 a 20-4

Você foi a alma contemplada pelo sorteio cósmico para colocar ordem na confusão. Na prática isso significa que terá de sacrificar momentaneamente suas prerrogativas particulares e prestar atenção nas necessidades alheias.

TOURO 21-4 a 20-5

O que você chama de sorte é a mão misteriosa do destino, as correntes benéficas que sua alma colocou em marcha em outros tempos e que agora protegem seu caminho. Cuide delas com o mesmo amor com que elas cuidam de você.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Você pode continuar achando que tudo é e será demais para sua capacidade de assumir o compromisso de tomar as atitudes pertinentes. Porém, as coisas são como são e não é mera casualidade você se encontrar nessa situação.

CÂNCER 21-6 a 21-7

O temor é a força que drena energia vital de todas as pessoas, muito mais na atualidade, pois acontecem tantas coisas que outrora foram impossíveis que parece mesmo estarmos vivendo o fim do mundo. Porém, só tema o temor.

LEÃO 22-7 a 22-8

Houve épocas em que cometer erros parecia não dar em nada, porque os resultados negativos se diluíam na areia do tempo. Este momento é diferente e requer mais atenção, os erros produzem resultados imediatos.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Pairam sérias dúvidas sobre o que pareceria certo fazer agora. É melhor você acalentar com carinho essas dúvidas, já que a seriedade delas consiste em colocar à disposição uma perspectiva toda nova de comportamentos.

LIBRA 23-9 a 22-10

Superar as circunstâncias perturbadoras parece impossível nas formulações mentais da racionalidade humana. É agora que se prova definitivamente a limitação da racionalidade, posta até aqui no comando do entendimento.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

As certezas são mais transitórias do que nunca e por isso não seria sábio de sua parte agarrar-se teimosamente a essa ou àquela, porque isso significaria arriscar-se a ficar a ver navios enquanto a história procede.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Deixe de lado, ainda que seja difícil, o hábito de arquitetar seus movimentos guiando-se pela necessidade de tudo ser seguro e protegido. A proteção da normalidade não se encontra mais disponível.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Certamente você preferiria estar em outro mundo, outro planeta talvez, fazendo coisas muito diferentes das que as circunstâncias atuais obrigam. Porém, o senso do dever é claro, é aqui que se deve obrar.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Deixar barato não seria sábio, é necessário promover o conflito pertinente a cada caso em que a ética e a justiça reais sejam corrompidas. Isso não precisa adquirir dimensões extravagantes, mas aplicado ao dia a dia.

PEIXES 20-2 a 20-3

Os argumentos e fatos que produzem tensão e perturbação não são novos, apenas se reeditam e, talvez, se mascaram com aparências diversas. Porém, são os mesmos de sempre, que a esta altura você devia tirar de letra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.