Lulo enfrenta processo na Justiça

Mal saiu da Casa dos Artistas e Lulo Scroback já está enfrentando os dissabores da fama e de gente querendo tirar uma casquinha. O empresário Mauro Cardim entrou hoje com um processo contra o ator, pedindo uma indenização milionária pelo uso indevido da marca "lulo" durantea exibição do Casa 2, no SBT. A ação foi distribuída hoje àJustiça.Segundo o advogado de Cardim, Eduardo Pimenta, a marca"lulo" foi registrada pelo seu cliente há algum tempo e foiusada pelo ator no reality show, estampada em camisetas, em ummedalhão e em uma série de artigos sem autorização do realdono. "O Lulo se chama Edson Scroback, portanto, não podealegar que usou seu nome no programa e como marca registrada",afirma Pimenta.O advogado explica que a indenização requerida serácalculada com base no lucro que Lulo Scroback obteve na Casados Artistas 2. O SBT também poderia ser responsabilizado pelo uso damarca sem autorização, não fosse um contrato que a emissorapossui com os participantes da Casa, determinando que cadaum é responsável pelo que leva e usa dentro do programa.A assessoria de imprensa de Lulo diz que Mauro Cardimtentou, anos atrás, se aproximar do ator para empresariá-lo, masnão deu certo. Segundo a assessoria, Cardim está querendo sevingar do artista, usando de má-fé e visando tirar proveito deum registro que não é oficialmente dele, fato que não preocupanem um pouco Lulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.