Lula abrirá mostra sobre relação entre Brasil e Unesco

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, vai inaugurar na quarta-feira em Paris uma exposição que lembra os 60 anos de colaboração entre a Unesco e o Brasil, um dos membros fundadores da organização. O chefe de Estado brasileiro aproveitará sua visita oficial à França para inaugurar a mostra, intitulada A Unesco e o Brasil, que estará aberta até o dia 11 de agosto na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Lula estará acompanhado pelo diretor-geral da Unesco, Koichiro Matsuura, e pelo ministro da Cultura, Gilberto Gil. Também estava prevista a participação do ex-ministro da Educação Tarso Genro, que abandonou o cargo para assumir a presidência do PT no último fim de semana e que ainda não foi substituído. Assistirão ao ato o embaixador do Brasil na França, Sergio Amaral; o representante brasileiro na Unesco, Antonio Augusto Dayrell de Lima; o escritor Paulo Coelho, a cantora Daniela Mercury e os embaixadores da boa vontade da Unesco Lily Marinho e Milú Villela. A exposição reúne fotografias, desenhos, gráficos e textos sobre as atividades efetuadas no Brasil com o apoio da Unesco, indicou a organização em um comunicado. Esta colaboração estendeu-se a temas como a colaboração em assuntos relacionados à educação, inserção social, diversidade cultural e patrimônio, luta contra a discriminação, informação para todos e o acesso à ciência e à tecnologia. A Unesco lembrou que o Brasil foi o primeiro país a estruturar sua colaboração com a organização, através do Instituto Brasileiro de Educação Ciência e Cultura (IBECC).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.