Luiz Gê, grande autor de HQ, autografa obras raras

Luiz Gê, um dos maiores nomes dos quadrinhos brasileiros, fará nesta quinta-feira, 19, uma noite de autógrafos no centro de São Paulo. O autor colocará à venda e autografará álbuns como Território de Bravos, O Caçador de Crocodilos e Macambúzios e Sorumbáticos. Além destes, preciosidades como Balão, Circo e Fragmentos Completos, uma história da Avenida Paulista em quadrinhos publicada originalmente em 1991.O material é parte do acervo guardado por décadas pelo autor, representante de uma das mais notáveis gerações da Faculdade de Arquitetura da USP, durante a década de 70. Luiz Gê foi um dos fundadores da revista Balão publicada entre 1972 e 1975. Da revista, autores como Angeli, Glauco, Laerte, Alcy, Nani, Chico e Paulo Caruso vieram à tona e foram projetados como os grandes nomes na arte e charge política nos anos seguintes. A revista Circo (1986-87), que ainda contava com alguns membros da Balão, era a alternativa brasileira para álbuns internacionais como a francesa Métal Hurlant ou sua versão americana, Heavy Metal. Editada por Gê, a revista foi expressão pura da vanguarda paulista durante sua breve duração. Ex-colaborador dos principais meios de imprensa como as revistas Veja, Isto É, Placar, e de jornais como Folha de S. Paulo e o próprio Estado de S. Paulo, Luiz Gê (abreviação de Luiz Geraldo Ferrari Martins) hoje é professor da Universidade Mackenzie. Em recentes entrevistas deu indicação de que planeja publicar quadrinhos novamente além de reeditar obras anteriores. A chance de entrar em contato com o autor e seu valioso material acontece a partir das 19h30 na Menor Biblioteca do Mundo, "anexo" do amistoso Jeremias, o Bar.Luiz Gê. Jeremias, o Bar. Rua Avanhandava, 37, centro de São Paulo, tel. (11) 3256-4320

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.