Neco Varella/Estadão
Neco Varella/Estadão

Luis Fernando Verissimo não passa mais por sessões de hemodiálise

Quadro do escritor é estável; ele já assiste televisão e lê jornais, diz filho

Lucas Azevedo, Especial para O Estado,

07 de dezembro de 2012 | 18h43

PORTO ALEGRE - O escritor Luis Fernando Verissimo, 76 anos, não necessita mais de hemodiálise. A informação é de seu filho, Pedro Verissimo. Entretanto, o escritor permanece internado no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, sem previsão de alta. Segundo Pedro, o quadro de saúde de Verissimo continua estável. "Ele está se recuperando aos poucos. Cada dia apresenta uma melhora."

O escritor deixou o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) na última segunda-feira, 3, onde ficou internado por 12 dias tratando uma infecção. Verissimo passou por diversas sessões de hemodiálise e, inclusive, chegou a respirar com o auxílio de aparelhos. Mas melhorou, e agora está em um quarto no setor de internação do hospital, com visitas restritas à família. "Ele ainda não está escrevendo. Mas está vendo televisão, lendo jornal e nos escutando, já que ele não é muito de falar", brinca Pedro.

Nesta sexta-feira, vizinhos da família, moradora no bairro Petrópolis, prepararam mais uma de tantas homenagens que o escritor vem recebendo. Eles penduraram uma faixa em uma praça, quase em frente à casa do escritor, dizendo "Luis Fernando te esperamos na nossa praça Mafalda Verissimo".

Verissimo foi internado depois de se sentir mal após uma viagem por Minas Gerais e Rio de Janeiro. Ele se queixou de sintomas de gripe, o mesmo que seus companheiros de viagem, como sua mulher, Lúcia, o escritor Zuenir Ventura e o cartunista Chico Caruso. Entretanto, ao invés de apresentar melhoras, como os demais, o escritor gaúcho piorou.

No dia 24, a equipe que atende Verissimo, chefiada pelos médicos Alberto Augusto Rosa, Sandro Cadaval e Eubrando Silvestre Oliveira, identificou que o escritor tinha sido vítima do vírus Influenza A, a gripe comum. Pelo fato de ser hipertenso e diabético, seu quadro de saúde se agravou, fazendo com que ele fosse imediatamente internado, para ser sedado e auxiliado por aparelhos.

Além de escritor, Verissimo também é jornalista, cartunista, roteirista de televisão, autor de teatro e tradutor. Entre suas obras mais famosas estão "O Analista de Bagé", "Comédias da Vida Privada", "As Cobras" e "A Velhinha de Taubaté". Seu pai, Erico Verissimo, é um dos principais autores brasileiros.

Tudo o que sabemos sobre:
Verissimo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.