Lucélia pede apoio de Ministério para co-produção com a China

A atriz Lucélia Santos esteve nesta terça-feira no Ministério da Agricultura buscando apoio do ministro Pratinide Moraes para a minissérie que pretende realizar e cujo temarepresenta a cultura cafeeira no Brasil desde o início do século20 até os dias atuais. A minissérie intitulada, O Amor do OutroLado da Terra, será uma produção sino-brasileira e ajudará apromover o uso do café na China, um país onde tradicionalmentese consome chá. "Serão 25 capítulos de aproximadamente 50minutos cada um. O custo total do projeto é de cerca de US$ 3milhões ou R$ 6 milhões", disse a atriz, após a audiência com oministro. Ele ficou entusiasmado com a idéia porque Lucélia Santosfez muito sucesso na China por ocasião da veiculação natelevisão chinesa da novela brasileira A Escrava Isaura.Posteriormente a atriz integrou a comitiva do presidenteFernando Henrique Cardoso que foi a Pequim."Lucélia é sucessoem Pequim e nós vamos fazer uma grande articulação paraaproximá-la dos produtores de cafés especiais que já exportampara a China", disse Pratini. Lucélia Santos informou que, seobtiver os recursos, poderá começar a rodar os capítulos daminissérie em janeiro do ano que vem, sendo que em junho seguinte a obra estaria pronta para ser veiculada. "O trabalhode aproximação cultural entre as televisões dos dois paísescomeçou em 1997 e, com a minissérie nós pretendemos construiruma estrutura de promoção do café brasileiro. Mas, para isso, épreciso ter o café no mercado chinês", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.