Luana Piovani vive a Alice de Lewis Carroll

A Alice de Lewis Carroll quase se tornou uma mulher complexa. Rendeu uma série de teses pelo mundo afora. Mas a Alice no País das Maravilhas produzida e estrelada por Luana Piovani não está muito interessada em fazer metáforas e sim em entreter o público infantil. ?Eu acredito que, para melhorar o mundo, é preciso começar investindo nas crianças?, diz a atriz, que passou a infância ouvindo da mãe que era a cara da personagem. Para manter a atenção dos pequenos durante o espetáculo, Luana enche o palco de recursos circenses. A atriz convocou o cineasta e roteirista de televisão Jorge Furtado para traduzir e adaptar a obra e ele buscou nas cantigas de ninar as influências para fazer a montagem. A atriz também convocou peso-pesados do meio musical. Milton Nascimento fez a música tema com letra de Fernando Brant. Gringo Cardia assina o cenário e a concepção visual, colocando no palco trapézios e objetos infláveis, que se moldam de acordo com o tamanho de Alice. Serviço - "Alice no País das Maravilhas". Teatro Procópio Ferreira (R. Augusta, 2823; tel.: 3083-4475). Sáb e dom às 16h. De R$ 20 a R$ 30. Estréia amanhã. Até 29/06

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.