Los Angeles vê O Palhaço

Apesar da sessão para os votantes da Academia ao Oscar de filme estrangeiro ser única, e ter ocorrido no dia 1.º de dezembro em Los Angeles, a semana passada foi de maratona de exibições e debates para o diretor e diretor Selton Mello (foto) e a produtora Vânia Catani.

FLAVIA GUERRA, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2012 | 02h07

A dupla esteve presente em diversas sessões na cidade para promover O Palhaço, candidato do Brasil a uma vaga aos cinco finalistas ao Oscar da categoria. "Por protocolo, não podemos estar presentes à sessão para a Academia, nem saber quem são os presentes. Mas, se tiver sido tão boa quanto as outras quatro sessões que promovemos em Los Angeles, acho que temos chances de estar entre os cinco", disse Vânia por telefone ao Estado na sexta, pouco antes de ir à última projeção, no badalado Soho House.

"A sensação que tenho é de que quem assiste se conecta totalmente. Seria bom se tivéssemos mais tempo para fazer nossa campanha, e fazer com que as pessoas conhecessem o filme", continuou ela, que, acompanhada de Mello, também exibiu O Palhaço na Universidade da Califórnia e em multiplexes de Los Angeles.

Para organizar as sessões para um público específico - composto de profissionais da indústria cinematográfica, críticos, jornalistas internacionais e formadores de opinião americanos -, contou com os serviços do agente americano Steven Raphael. A lista com os nove finalistas da categoria será divulgada em 2 de janeiro e a final, com os cinco candidatos, dia 10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.