LONGA FOI RODADO EM LOCAÇÕES REAIS

Foram muitos os desafios enfrentados pela equipe de filmagens. "Tudo foi rodado em locações. Se algo quebrasse, seria preciso nos virar com o que tínhamos. O grande diferencial foi a fidelidade ao real. Quando buscávamos a Grande Árvore, disseram que podíamos criá-la digitalmente", conta a diretora Rosane Svartman. "Mas não seria a mesma coisa. Acabamos achando a árvore no Amapá, na Ilha de Santana. Este cuidado também valorizou as cenas de close, que não poderiam ser filmadas na Floresta da Tijuca. Por mais que filmar na Amazônia encarecesse a produção, no final, agregou valor inestimável ao filme." / F.G.

O Estado de S.Paulo

08 Fevereiro 2013 | 02h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.