David MacNew/AP
David MacNew/AP

Lohan é formalmente acusada por furto de colar

Joia de 2.500 dólares que foi supostamente roubada em uma joalheria de Los Angeles.

REUTERS

09 de fevereiro de 2011 | 17h12

A atriz Lindsay Lohan foi acusada formalmente nesta quarta-feira por furtar um colar de 2.500 dólares que foi supostamente levado de uma joalheria de Los Angeles.

Lohan deve aparecer no tribunal no fim do dia. Se condenada, a atriz de 24 anos poderá ser enviada à prisão justamente no momento em que tenta encerrar uma fase de mais de três anos frequentando tribunais, depois passado em testes de drogas com resultados positivos e ter passado breves períodos presa por uma condenação de 2007 por dirigir embriagada.

O advogado de Lohan disse no sábado que a atriz "nega com veemência" as acusações e que irá rebatê-las em tribunal. Amigos disseram que Lohan acreditava que o colar, já devolvido à polícia, estava em regime de empréstimo.

A atriz ainda está em liberdade condicional pelo caso de 2007 e foi advertida por uma juíza de Beverly Hills, em outubro, que ela poderia ficar seis meses na cadeia se escorregasse novamente.

(Reportagem de Dan Whitcomb)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTELOHANACUSADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.