Locutora do metrô londrino faz piada e é dispensada

Uma locutora oficial do sistema demetrô de Londres foi dispensada por ter usado a voz para dizermensagens ridicularizando os passageiros. A locutora Emma Clarke, 36, gravou os anúncios no mesmo tomsuave com que adverte milhões de passageiros com a mensagem"Mind the gap" (Cuidado com o vão) no sistema de metrô londrinoe os publicou em sua página na Internet. Entre as mensagensestavam: -- "Gostaríamos de lembrar nossos amigos, os turistasnorte-americanos, que vocês certamente estão falando altodemais." -- "Por favor, o passageiro de camiseta vermelha que estáfingindo ler o jornal mas que na verdade está encarando osseios daquela mulher, por favor pare. Você não está enganandoninguém, seu pervertido nojento." -- "Passageiros que estão fazendo Sudoku por favor admitamque eles não passam de palavras cruzadas para gente semimaginação, e que não impressionam mais só porque contêmnúmeros." -- "Aqui estamos novamente, apertados dentro de um vagãosuado do 'Tube' ... Se você for mulher, sorria para o caraperto de você para ele ganhar o dia. Ele provavelmente não fazsexo há meses."Clarke disse que eram só umas piadas, mas a Transport forLondon, que opera o metrô, não viu graça nenhuma e dispensouseus serviços, depois de oito anos. (Reportagem de Peter Griffiths)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.