Livros infantis e super-heróis dominam fim de semana

Este fim de semana ainda é das crianças, apesar do fim das férias. Começa a 2.ª Feira do Livro Infantil, Juvenil e Quadrinhos, que acontece até o domingo da próxima semana (dia 13), no Pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera de São Paulo. Além de ficar por dentro dos principais lançamentos nas prateleiras da feira, as crianças podem ainda participar de oficinas, assistir a peças de teatro, contadores de histórias, conhecer autores de livros infantis, ganhar autógrafos e ainda mergulhar num mundo de histórias em quadrinhos. A literatura infanto-juvenil representa 23% do mercado editorial nacional e por sua força ganhou evento próprio.São várias editoras, milhares de livros, uma semana inteira de quadrinhos e livros. Revistas com descontos, palestras, exposição de originais de histórias em quadrinhos... Durante os nove dias do evento, a previsão é que a feira atraia cerca de 120 mil pessoas. São 150 expositores e 50 mil títulos, entre livros e quadrinhos. A edição contará com a Arena Infantil e a Arena Universitária. As escolas podem agendar visitas, seguindo informações no site da feira.Entre os livros infantis o leitor pode encontrar desde os clássicos, como Histórias de Andersen, uma obra lançada no ano em que se comemora os 200 anos de nascimento de Hans Christian Andersen, o autor de histórias conhecidas como a do patinho feio e a da pequena sereia (Ed. Ave-maria, R$ 29). Ou aprender história com um livro de quadrinhos: Chalaça, o amigo do imperador, de André Diniz e Antônio Eder (Ed. Conrad, R$ 25), que volta no tempo e conta como era a vida da família real aqui no Brasil no início do século 19. Outra dica pode ser o livro de ficção A Lebre e a Tartaruga, e Becky Bloom (Ed. Cia das Letrinhas, R$ 26), que conta a história de Zé Lebre que era o bicho mais rápido da floresta até que aparece Vivi Tartaruga convencendo a bicharada a praticar cooper...Mas o grande herói desta edição é mesmo as Histórias em Quadrinho. "Percebemos que os quadrinhos não se opõem à literatura, mas a complementam. E, como não possuem um órgão ou um evento que congregue seus representantes, pensamos que seria ideal reservar este espaço para o segmento na feira", declara o organizador do evento, Robério Paulo. Ao todo, serão mais de 15 mil títulos de quadrinhos à venda nos estandes das editoras e dos selos especializados presentes ao evento e na Fest Comix - Edição Extra. Para quem não sabe, Fest Comix é o evento promovido todo ano pelos donos da Comix, livraria especializada em quadrinhos. A edição deste ano recebeu 13 mil aficionados e vendeu mais de 80 mil exemplares.Mas a grande pedida da Feira é a exposição Super-Heróis entre Nós, organizada pelo colecionador Ivan Freitas. Muitas das mais de 150 peças expostas são do acervo particular do publicitário, que negociou pessoalmente o empréstimo de obras raras e a vinda do nome do momento, o americano Ethan Van Sciver que leva o crédito de ter ressuscitado o Lanterna Verde. Pode parecer pouco, mas para os iniciados, é um dos mais aguardados. Van Sciver é famoso por ter desenhado Batman e Mulher Gato em edições especiais dos personagens. Outro destaque é o esboço que Alex Ross fez do Super-Homem sobrevoando a Baía da Guanabara.Entre outros destaques, também estão as atividades da Fábrica de Quadrinhos, que vai ministrar workshops, realizar análise de portfólios e dar dicas de agenciamento para quem quer ser tornar um profissional da área. Além disso, quem curte Cosplay, ou seja, fantasiar-se como seu personagem favorito, entra de graça na feira. Eventos gratuitos Quadrinhos: Sábado 13h00 - Bastidores da Fábrica de Quadrinhos 16h00 - Leituras e Aventuras, com Marçal Aquino 18h30 - Superman - Filmes da década de 40 Domingo 13h00 - A Importância Mítica do Herói 16h00 - Vivendo Prosa e Poesia, com Marcelino Freire 18h00 - RPG Star Wars, com Rodrigo Fonseca 18h30 - Superman - Filmes da década de 40 Segunda-feira 16h30 - Quadrinhos É Coisa de Menino?, com Tatiana Contreiras Terça-feira 13h00 - Da Página em Branco à Página Impressa/Oficina - Do Esboço à Arte final de HQs 18h00 - Literatura, Cinema e Televisão, com Fernando Bonassi Infanto-Juvenil: Sábado 12h00 - Histórias Indígenas, com Daniel Munduruku 14h00 - Hora do Conto "Brincadeiras de Roda", com Nye Ribeiro 15h00 - Hora do Conto, recreação com o Grupo Harpia 16h00 - Hora do Conto com técnica de ventriloquia "As Filhas da Gara Alice Moram aqui", com Alejandra Pinel Domingo 14h00 - Hora do Conto "Um Amigo entre Nós", com Carlos Daitscham 15h00 - Hora do Conto "Na Minha Escola Todo Mundo É Igual", com Rossana Ramos Serviço Data: de 6 a 14 de agosto de 2005. Local: Pavilhão da Bienal - Parque do Ibirapuera ( portão 3)Horário de Visitação: De 2ª à 6ª: das 9 às 20 horas Sábados e Domingos: das 10 às 21 horas Entradas: 2 (duas), uma no térreo e outra no primeiro piso. Ingressos: a R$ 7,00 Estudantes com carteirinha: (UMES, UBES, UNES) R$ 3,50 Crianças até 12 anos, professores, profissionais da área e maiores de 65 anos, mediante apresentação de documentos, entrada franca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.