Livro sobre amante de Brecht vence Prêmio Goncourt

Jacques-Pierre Amette é o ganhador da edição 2003 do tradicional prêmio literário francês Goncourt, que este ano completa 100 anos. O escritor foi anunciado hoje o vencedor por seu La Maitresse de Brecht ("A Amante de Brecht"), por sete votos a três. Concorriam também Frédéric Beigbeder e Alice Ferney. A decisão do júri estava marcada para 3 de novembro, mas acabou sendo antecipada.Ensaísta da revista Le Point (leia resenha de Amette sobre a obra de Sylvia Plath), o escritor tem mais de 30 livros lançados, entre eles L´homme du Silence ("O Homem do Silêncio") e Ma Vie, Son Oeuvre) ("Minha Vida Sua Obra"). No entanto, ainda é pouco conhecido - ou mesmo editado - no Brasil. No livro que lhe valeu o prêmio Goncourt, fantasia um romance do genial dramaturgo alemão na Alemanha do pós-guerra.O prêmio Goncourt é o mais importante da literatura francesa. Foi entregue pela primeira vez em 1903, para John-Antoine Nau. Desde então, já premiou Marcel Proust, André Malraux, Simone de Beauvoir, Marguerite Duras, entre outros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.