Livro revela outra face de Modigliani

Recém-lançada nos EUA, a biografia Modigliani: a Life, de Meryle Secrest (Alfred A. Knopf, 387 págs., 35 dólares ) traz dados novos sobre a vida trágica do pintor italiano Amedeo Modigliani (1884-1920), retratando-o não só como vítima da pobreza e da incompreensão de sua época. O novo estudo sobre o artista mostra-o como um alcoólatra e usuário de drogas que encobriu sua tuberculose, infectando suas amantes. Modigliani, que participava de festas regadas a álcool, haxixe, cocaína e ópio na casa do colecionador parisiense Paul Alexander, morreu aos 35 anos. Sua companheira, grávida de oito meses, matou-se um dia após a morte do pintor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.