Jordan Matter
Jordan Matter

Livro reúne fotos inusitadas de dançarinos no cotidiano de grandes cidades

Imagens foram feitas sem Photoshop com voluntários recrutados em redes sociais.

Albert Steinberger, BBC

15 de novembro de 2012 | 08h15

O livro Dancers Among Us (na tradução do inglês, Dançarinos Entre Nós) reuniu imagens de movimentos de dança realizados no cotidiano de grandes cidades americanas e entrou rapidamente na lista de mais vendidos do New York Times.

O fotógrafo Jordan Matter conta que teve a ideia de produzir o livro quando brincava com o filho.

"Eu achei que seria interessante criar fotografias que celebrassem a alegria da vida cotidiana, vendo o mundo como se fosse pelos olhos de uma criança", disse Matter à BBC Brasil.

A fotos, feitas segundo o autor sem ajuda de programas de manipulação de imagem, parecem desafiar a gravidade.

Para obter o efeito, ele convocou dançarinos por redes sociais na internet. Mais de 200 deles participaram voluntariamente do projeto, que consistia em ir a locais públicos e tirar fotos inusitadas com movimentos de dança. Jordan contou que não sabia que movimentos os voluntários seriam capazes de fazer, então, o processo criativo foi realmente conjunto.

Fotógrafo e fotografado passeavam pelas cidades em busca de locais que combinassem com os movimentos que os dançarinos eram capazes de realizar.

"Eu procurei pelo máximo de variedade possível: B-Boy, Hip-Hop, balé clássico e moderno, crianças, estudantes, pequenas companhias de dança e profissionais consagrados", conta.

O resultado final, segundo o fotógrafo, são imagens precisas que carregam um ar de surrealidade, sem deixar o bom humor de lado. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
alsofotosdançarinoscotidianoeua

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.