Livro destaca modernidade

Vítima do preconceito por ter nascido mulato e pobre, Lima Barreto só começou a ganhar status condizente com o seu talento anos depois de sua morte. Com a intenção de mostrar a atualidade dos problemas que ele apontou no início do século 20, o escritor Cuti (pseudônimo de Luiz Silva) escreveu Lima Barreto, volume da série Retratos do Brasil Negro, lançado pela Selo Negro Edições. "Seus livros, ainda hoje, travam uma luta contra as forças de exclusão social, bastante poderosas no Brasil", escreve Cuti.

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

14 de maio de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.