Livro conta a história de presépio italiano

Será lançado amanhã, no Museu deArte Sacra, o livro O Presépio Napolitano de São Paulo,publicação coordenada pelo historiador José Roberto Walker e comfotografias de Iatã Cannabrava. A obra conta a história dopresépio que foi criado por São Francisco de Assis em 1233 e queno século 18 foi esculpido em Nápoles. Para o lançamento,marcado para as 20h30, a soprano Niza de Castro Tank e o grupo Madrigal Decassom apresentam um espetáculo de música sacra enatalina. O Presépio Napolitano foi comprado pelo industrialFrancisco Ciccillo Matarazzo Sobrinho, que na década de 50 doouo conjunto formado por mais de 1.600 esculturas para a cidade deSão Paulo. Desse modo, o livro também se dedica a contar ahistória do mecenas bem como situar a vida cultural paulistananas décadas de 40 e 50. Quando o presépio chegava ao Brasilvindo da Itália, São Paulo comemorava seu quarto centenário. Mas a história do conjunto de peças criadaspor artistas e artesãos italianos - desde as figuras humanas atéos cenários - é recuperada desde sua origem, ano 1233, nostextos de Luciano e Alessandro Migliaccio. E, no fim, a obra sededica exclusivamente às fotografias de Cannabrava, que nosmostram detalhes da face e das roupas de muitas das figuras presentes noconjunto.O Presépio Napolitano está abrigado no Museu de Arte Sacra deSão Paulo desde 1999, sob coordenação e conservação de LourdesDuarte Milliet. O livro estará à venda nas livrarias e serádistribuído em bibliotecas e instituições culturais.O Presépio Napolitano de São Paulo - Coordenação editorial de José Roberto Walker. Fotos de Iatã Cannabrava. 144 páginas. 120 fotos. R$ 69,00.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.