Livro analisa a ópera pós-romântica

O jornalista e crítico musical Lauro Machado Coelho lança amanhã à noite no Teatro Municipal o livro A Ópera Italiana após 1870 (Perspectiva), sexto volume de sua coleção História da Ópera. O evento, que começa às 19 horas, será seguido de um recital de trechos de óperas de alguns dos mais significativos compositores presentes no livro, com a participação especial de uma das maiores sopranos da história do País, Niza de Castro Tank, e de um elenco formado por 17 cantores líricos em atividade na cidade.O ano de 1870 - data de composição da Aida - é tidohabitualmente por musicólogos como o fim do Romantismo na Itália, período analisado no quinto volume da coleção, A ÓperaRomântica Italiana. Agora, Machado Coelho tem como tema asérie de movimentos que aparecem depois dessa data, ocupando-seda produção do gênero no final do século 19 e na primeira metadedo século 20.A fase de hesitações e buscas pós-românticas de autorescomo Boito ou Catalani, a guinada realista com a CavalleriaRusticana e a reação aos excessos do Verismo, as propostas derenovação do melodrama da chamada Generazione dell´Ottanta e oscaminhos trilhados por compositores no século 20 são apenasalguns dos temas tratados pelo autor.Para ilustrar a análise contida no livro, o recital écomposto de obras de alguns dos principais compositores doperíodo. A direção musical ficou a cargo da meio-soprano epianista Vânia Pajares. A produção e a apresentação são dopesquisador Sérgio Casoy. João Malatian é o responsável pelaformatação cênica e o acompanhamento ao piano será da própriaVânia e de Marizilda Hein.O programa será aberto com o dueto do primeiro ato deO Guarani, de Carlos Gomes, nas vozes de D. Niza - célebreintérprete do papel de Ceci - e do tenor Marcelo Vanucci. Tambémparticipam, em ordem alfabética: Adélia Issa, Andrea Ferreira,Angélica Feital, Daniela de Carli, Deborah Oliveira, EduardoJanho-Abumrad, Eiko Senda, Isabel Batista, Laura Aimbirê, Luizde Moura, Márcio Marangon, Mônica Martinez, Richard Bauer,Rosana Barakat e Sebastião Teixeira.No programa, o brasileiro Carlos Gomes - que desenvolveuintensa atividade na Itália no período estudado - aparece tambémcom a ópera Lo Schiavo. Na seqüência, vem AmilcarePonchielli, com I Promessi Sposi e La Gioconda. Paraencerrar a primeira parte, uma pequena seleção de Puccini, comtrechos de La Bohème, Tosca e Madama Butterfly. Apóso intervalo, Cavalleria Rusticana, de Pietro Mascagni, IPagliacci, de Ruggero Leoncavallo, La Wally, de AlfredoCatalani, Andrea Chenier, de Umberto Giordano, e Mefistofele, de Arrigo Boito.A Ópera Italiana após 1870. Lançamento do sexto volumeda coleção História da Ópera, de Lauro Machado Coelho. EditoraPerspectiva. 448 páginas. R$ 60,00. Também recital com trechosde óperas de Carlos Gomes, Giordano e Boito, entre outros.Quinta, às 19 horas. Grátis. Teatro Municipal. Praça Ramos deAzevedo, s/n.º, São Paulo, tel. 222-8698.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.