Lindsay Lohan é presa por omissão de ajuda após atropelar homem em NY

A atriz Lindsay Lohan foi presa nesta quarta-feira por abandonar o local de um acidente, após ter atropelado um pedestre quando seguia em seu Porsche para um hotel em Manhattan, afirmou a polícia.

Reuters

19 de setembro de 2012 | 11h20

O mais recente esbarro de Lindsay com a lei começou pouco antes das 2h30 da madrugada no horário local (3h30, em Brasília), quando ela dirigia sua caminhonete Porsche Cayenne preta em uma viela entre o Hotel Maritime e o Dream Hotel na rua 16 West.

O carro da atriz raspou em um homem de 34 anos, disse a polícia, sem dar mais detalhes. Ela saiu do carro e entrou no Dream Hotel.

"Ela se envolveu em um caso de omissão de ajuda", afirmou uma porta-voz da polícia.

Lohan, de 26 anos, foi presa quando deixou o hotel pouco tempo depois, acusada do delito de mau comportamento. Ela foi liberada em seguida.

O homem, que informou ter machucado o joelho, estava em condição estável no hospital Bellevue, informou a polícia.

A atriz tenta retomar a carreira depois de uma série de problemas legais e pessoais, incluindo passagens pela cadeia, internação em clínicas de reabilitação e processos na Justiça. Ela foi liberada em março de quase cinco anos de condicional formal por ter dirigido bêbada e por posse de cocaína, em 2007.

(Reportagem de Barbara Goldberg)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTELINDSAYPRESA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.