Arquivo/AP
Arquivo/AP

Lindsay Lohan é investigada por agressão

Atriz foi acusada por funcionária de centro de reabilitação onde está internada desde setembro

AP,

21 de dezembro de 2010 | 18h56

LOS ANGELES- A atriz americana Lindsay Lohan, cuja carreira foi prejudicada nos últimos anos por seu vício em drogas e álcool, está sendo investigada por supostamente ter agredido uma empregada do centro de reabilitação onde está sendo tratada.

 

Herlinda Valenzuela, policial do condado de Riverside, informou que agentes responderam a um chamado do Centro Betty Ford a uma da manhã sobre um incidente relacionado com Lindsay.

 

Segundo Valenzuela, uma empregada reportou que entrou em luta corporal com a atriz e que queria prestar queixa contra ela. Detetives investigam a denúncia, e, dependendo do resultado, os procuradores do condado de Riverside decidirão se darão início a um processo criminal.

 

Lindsay recebe tratamento no Centro Betty Ford, a cerca de 193 km de Los Angeles, desde o fim de setembro, e deve permanecer no local até 3 de janeiro, como pena por ter dirigido alcoolizada há três anos.

 

O juiz do Tribunal Superior de Los Angeles Elden S. Fox programou uma audiência sobre o progresso da atriz para 25 de fevereiro, e disse estar disposto a colocá-la sob liberdade condicional informal e permitir que saia de Los Angeles se ela não se envolver em novos problemas até então.

 

Esta é a quinta vez que Lindsay é internada em um centro de reabilitação, a segunda apenas neste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.