Lindsay Lohan é acusada de agressão

Nem mesmo na clínica de reabilitação a atriz Lindsay Lohan parece se ver longe dos problemas. Ela agora está sendo investigada por uma suposta lesão corporal leve, disse na terça-feira uma autoridade do Condado Riverside, na Califórnia.

REUTERS

21 de dezembro de 2010 | 19h26

O incidente teria ocorrido no Centro Betty Ford, clínica de reabilitação onde Lohan atualmente reside, cerca de 200 quilômetros a leste de Los Angeles.

A sub-xerife Herlinda Valenzuela disse que a polícia foi chamada na madrugada do dia 12 por causa de uma confusão envolvendo Lohan e um funcionário da clínica.

"A vítima deseja um processo", disse Valenzuela, ressalvando que a investigação ainda não foi concluída.

Michael Lohan, pai de Lindsay - e rompido com a filha - disse ao site de celebridades X17 que a atriz, cuja carreira foi marcada por diversos problemas ligados ao abuso de álcool e drogas, se desentendeu com o funcionário depois de ser repreendida por demorar para chegar do cabeleireiro. Ele teria agarrado o braço de Lohan, que teria então reagido.

Tudo o que sabemos sobre:
GENTELOHANAGRESSAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.