Liga dos Diretores premia cineasta Milos Forman por conjunto da obra

A Liga dos Diretores da América anunciou nesta quarta-feira a concessão de um prêmio especial pelo conjunto da obra ao consagrado cineasta norte-americano de origem tcheca Milos Forman, de 80 anos.

Reuters

28 de novembro de 2012 | 20h42

Ele receberá a cobiçada homenagem numa cerimônia marcada para 2 de fevereiro em Los Angeles.

"Não importa qual assunto ou gênero ele aborde, Milos encontra a universidade da experiência humana em cada história, nos permitindo, à sua deslumbrada plateia, reconhecermos a nós mesmos dentro da luta pela livre expressão e autodeterminação que Milos tão aptamente retrata na tela prateada", disse em nota o presidente da Liga dos Diretores, Taylor Hackford.

Forman ganhou dois Oscars de melhor diretor, com "Um Estranho no Ninho" (1975) e "Amadeus" (1984). Ambos também levaram o Oscar de melhor filme.

Ele será o 34o cineasta homenageado pelo conjunto da obra pela Liga dos Diretores da América, que completa 76 anos. Outros agraciados incluem Steven Spielberg, Francis Ford Coppola e Stanley Kubrick.

Antes de se radicar nos Estados Unidos, na década de 1970, Forman foi um dos cineastas mais proeminentes do movimento tcheco Nova Onda, tendo tido seu trabalho proibido durante anos pelo regime comunista do seu país natal.

(Reportagem de Eric Kelsey)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEFORMANHOMENAGEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.