Leszek Kolakowski vai receber o prêmio Jerusalém

O escritor e filósofo polonês Leszek Kolakowski, autor de "Conversas com o diabo" entre outras obras, vai receber o Prêmio Jerusalém de Literatura por sua contribuição "à luta pela liberdade do indivíduo na sociedade".Kolakowski, de 80 anos, receberá o prêmio de US$ 10 mil durante a Feira Internacional do Livro, dia 18 de fevereiro, informa nesta terça-feira a imprensa local.O Prêmio Jerusalém foi adotado em 1963. Jorge Luis Borges,Bertrand Russell, Arthur Miller, Mario Vargas Llosa, Susan Sontag, Simone de Beauvoir e Milan Kundera são alguns dos escritores premiados."Kolakowski é um filósofo, um escritor brilhante e um historiador de idéias e movimentos sociais, e seus livros oferecem uma grande inspiração moral para todas as lutas do homem por sua liberdade na sociedade", disseram os integrantes do júri do prêmio.O escritor polonês, filiado em 1945 ao Partido Comunista, foi acusado em 1954 de "desviar-se" da ideologia, e foi expulso em 1966. Dois anos depois foi destituído de suas funções como catedrático da Universidade de Varsóvia, e em 1981 as suas obras foram proibidas no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.