Mike Segar/Reuters
Mike Segar/Reuters

Leonardo DiCaprio e Apple criam fundo para doar alimentos durante pandemia

O ator e a empresa de tecnologia contribuíram com US$ 5 milhões

Redação, EFE

03 de abril de 2020 | 07h59

O ator Leonardo DiCaprio, a gigante do ramo de tecnologia Apple, e Laurene Powell Jobs, viúva de Steve Jobs, criaram um fundo para fornecer alimentos a pessoas carentes durante a pandemia do novo coronavírus.

"Diante desta crise, organizações como World Central Kitchen (fundada e dirigida pelo chef espanhol José Andrés) e a Feeding America nos inspiraram com seu forte compromisso de alimentar as pessoas mais vulneráveis. Hoje lançamos o Fundo de Alimentação dos Estados Unidos para apoiar o Feeding America e o World Central Kitchen", anunciou DiCaprio em seu perfil no Twitter nesta quarta-feira.

O ator e Powell Jobs contribuíram conjuntamente com US$ 5 milhões para o fundo, enquanto a Apple doou a mesma quantia. America's Food Fund é o nome da iniciativa beneficente, que em sua página de financiamento coletivo no site GoFundMe já acumulou quase US$ 12,5 milhões e está muito perto de alcançar a meta de US$ 15 milhões.

Também fazem parte da lista de doadores a estrela de televisão Oprah Winfrey e a Fundação Ford, cada uma com uma contribuição de US$ 1 milhão.

"O objetivo do America's Food Fund é ajudar a garantir que todas as pessoas tenham acesso confiável aos alimentos", declararam os gestores do fundo ao GoFundMe.

Os Estados Unidos já se tornaram o país mais afetado pela pandemia, com 216 mil infecções e mais de 5 mil mortes, de acordo com as autoridades.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.