Julián Martín/EFE - Arquivo
Julián Martín/EFE - Arquivo

Leonard Cohen ganha o Prêmio Príncipe de Astúrias das Letras

Também figuravam na lista de finalistas a também canadense Alice Munro e o romancista inglês Ian McEwan

EFE

01 de junho de 2011 | 14h29

O poeta e cantor canadense Leonard Cohen foi escolhido nesta quarta-feira com vencedor do Prêmio Príncipe de Astúrias das Letras de 2011 pelo júri reunido em Oviedo, no norte da Espanha.

Das 32 candidaturas apresentadas nesta edição figuravam como finalistas além de Cohen, a também canadense Alice Munro e o romancista inglês Ian McEwan.

Leonard Cohen também foi candidato neste ano ao Prêmio Príncipe de Astúrias das Artes por seu trabalho na música. Entre suas publicações estão Flores para Hitler e Comparemos mitologias. Além disso, é autor de obras em prosa, como o romance O jogo favorito.

"A passagem do tempo, as relações amorosas, a tradição mística de Oriente e Ocidente e a vida contada como se fosse uma balada interminável estão presentes em sua obra, identificada com alguns momentos de mudança decisiva no final do século 20 e do início do século 21", afirmou o júri.

No ano passado, o ganhador do prêmio foi o escritor libanês Amin Maalouf. Este é o quinto dos oito prêmios Príncipe de Astúrias deste ano, dotados de 50 mil euros cada um (US$ 72 mil).

O prêmio reconhece às pessoas cujo trabalho criativo ou de investigação represente uma contribuição relevante à cultura universal nos campos da literatura e da linguística.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.