Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Lendárias entrevistas do Pasquim serão revisitadas no Canal Brasil

Honrosamente conhecido como o subversivo jornal dos idos da ditadura militar no Brasil, pelo qual desfilaram Millôr, Paulo Francis, Ziraldo, Jaguar, Vinicius, Ivan Lessa, Sérgio Augusto, Henfil - só para citar alguns -, o Pasquim foi a tribuna de quem tinha disposição para debochar do regime. Agora, uma seleção dos depoimentos mais relevantes lá estampados será revisitada na série As Grandes Entrevistas do Pasquim, produção da República Pureza Filmes, em 13 episódios, para o Canal Brasil. A produtora acaba de receber a primeira parcela da verba de R$ 607.880,00 liberada pelo Fundo Setorial de Audiovisual (FSA) e deve começar a gravar ainda este ano, para estrear em 2014.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

23 Setembro 2013 | 02h11

Um grupo de atores representará os personagens envolvidos, fazendo uma leitura das entrevistas - não se trata de reconstituição. Mas a série não dispensará o depoimento de quem testemunhou os méritos do Pasquim nem os personagens abordados. Domingos Oliveira, assim como Paulo José, estão escalados para o primeiro episódio, em torno de Leila Diniz. "Vamos gravar entrevistas com a patota do Pasquim (Ziraldo, Jaguar, Sérgio Cabral pai, Luis Carlos Maciel, Ricky Goodwin e outros), colhendo seus depoimentos sobre os bastidores do jornal", diz André Weller, criador e diretor da série. Goodwin, aliás, com 13 anos dedicados ao Pasquim, está na equipe do programa.

Entre as entrevistas destacadas, estão Teotônio Vilela (sobre Diretas Já), Rogéria, Cazuza, Jânio Quadros, Lula, Fernando Gabeira, Fernanda Montenegro e Chico Buarque.

Mais conteúdo sobre:
Cristina Padiglione

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.