Leitores de Dan Brown fazem peregrinação a Roma

Centenas de leitores de Anjos e Demônios, do escritor de best-sellers Dan Brown (também autor de O Código Da Vinci), estão visitando Roma nesta semana de Páscoa para conhecer os locais descritos na obra. Os turistas, carregando cópias do livro, podem ser vistos com freqüência em pequenos grupos caminhando nas imediações da Praça de São Pedro.Anjos e Demônios conta a história de mistério envolvendo assassinato, em que o principal personagem passa por locais no Vaticano. A repercussão do livro é tanta que uma empresa já está fazendo excursões para os fãs da obra."Nós estamos vendo um número crescente de pessoas vindo a Roma da Grã-Bretanha e dos Estados Unidos apenas para fazer a excursão e ver os locais descritos no livro", disse Simone Gozzi, diretora da Associação Roma Escura, responsável pelo tour. "Nós estamos até aceitando reservas de excursões para grupos de escolas italianas, o que certamente nos surpreendeu."O livro de Dan Brown diz que os trabalhos do escultor Gian Lorenzo Bernini, do século 17, apresentam símbolos ocultos que seriam pistas de um complô de uma sociedade secreta contra a Igreja Católica, uma ameaça de atentado no Vaticano por ocasião da escolha de um novo papa.A hipótese de Dan Brown de que Bernini fazia parte de uma conspiração contra a Igreja deixou alguns especialistas em história da arte irados. Outros, porém, são mais pragmáticos. "É uma boa idéia que as pessoas viagem a Roma para conhecer Bernini, cujo trabalho é tão difícil de entender", disse a professora Elizabeth Lev da Universidade John Cabot, em Roma.Não é somente arte que atrai os fãs de Dan Brown em suas visitas a Roma. Eles também ouvem com interesse as explicações na Capela Sistina sobre como o colégio de cardeais realiza seu conclave para escolher um papa."Na primeira vez, quando as pessoas chegam, elas estão muito curiosas em saber como o Vaticano funciona", disse Simone Gozzi. "Muitas pessoas nunca haviam ouvido falar de um conclave antes de ler o livro, ficam fascinadas com a forma como ele funciona e querem todos saber mais."O Vaticano ainda não se pronunciou oficialmente sobre Anjos e Demônios, mas um importante cardeal condenou publicamente O Código Da Vinci por suas hipóteses sobre a vida de Cristo e a história da igreja.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.