Leilões de jóias, pedras preciosas e relógios agitam Genebra

A cidade de Genebra será, este mês, cenário da venda de mais de 2.800 jóias, pedras preciosas e relógios, que, dispostas em diferentes casas de leilões, podem arrematar 41,6 milhões de euros. Uma coleção de fabulosas jóias pertencentes à multimilionária Mherulisa Arpels, luxosos relógios Patek Philippe ou Mondani e um diamante de mais de 30 quilates são, entre outras, as jóias que tem maior possibilidade de serem vendidas por altos preços.A casa Antiquorum vai abrir os leilões amanhã com a venda de 160 relógios Mondani cujo valor estimado é de 2,24 milhões de euros.Como parte da comemoração aos 100 anos de Van Cleef & Arpels, a casa Sotherby´s vai colocar à venda, em 18 de maio, mais de 200 jóias que pertenceram à esposa do joalheiro Claude Arpels, responsável pela direção da empresa nos Estados Unidos. Mherulisa Arpels, que viveu em Genebra, compartilhava com o marido a paixão por jóias e manteve relações de estreita amizade com clientes, como Rose Kennedy, Estée Lauder e Walter Anneneberg, magnatas norte-americanos da imprensa.Entre as luxuosas jóias da senhora Arpels, se destacam um anel com um diamante branco que pesa cerca de seis quilates, cujo preço aproxima-se de US$ 80 dólares, e um par de brincos de rubis e diamantes que pode ser vendido, no mínimo, por US$ 120 dólares. Fora essas peças, na Sotherby´s chamam atenção um colar de esmeraldas e diamantes criado pela Tiffany & Co, estimado em US$ 690 mil e um diamante de 15,3 quilates, que podem ser vendidos por US$ 570 mil e US$ 640 mil, respectivamente. É destaque também um relógio de bolso Patek Philippe, de 1914, cujo preço deve superar os 256 mil euros. A casa de leilões Christie´s também vai colocar à venda, de 13 a 17 de maio, um total de 450 relógios, estimados em 6,41 milhões de euros. A Christie´s informou que um desses relógios leva um selo do então pretendente ao trono francês Carlos de Borbón. Entre as peças que vão animar o leilão da casa está um par de brincos de diamantes de quase oito quilates, que pertenceu a lendária imperatriz Sissi da Áustria. Ela, assassinada em 1898, era conhecida por seu culto à beleza e por ser louca por cosméticos e utensílios usados para prática de esportes.A Christie´s revelou que vai expor este mês todos os quadros que vai vendar em Zurique e em Londres em junho. Um deles é Girasoles Marchitos (1914), do austríaco Egon Schiele, cujo preço pode chegar a 9 milhões de euros. Estarão expostos também obras de Henri Matisse, Paul Cézanne, Pablo Picasso, Juan Gris, Claude Monet, Georges Braque, Henry Moore e Andy Warhol, entre outros artistas. A casa Phillips de Pury & Company levará a leilão mais de 200 jóias contemporâneas, estimadas em 7,7 milhões de euros, enquanto a Galerie Koller vai oferecer aproximadamente 1.000 lenços, esculturas, desenhos, livros e móveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.