Leiloadas por 734 mil euros 92 cerâmicas de Picasso

Um total de 92 peças de cerâmica de Pablo Picasso foi vendida hoje por 734 mil euros em um leilão realizado na Sotheby´s, confirmou um porta-voz da casa de leilões londrina. A obra mais cara foi uma jarra azul e branca chamada Trípode (1951), arrematada por 49.392 euros, disse à EFE o porta-voz. Também se destacaram duas cerâmicas planas e quadradas - uma azul e branca e outra branca e marrom -, vendidas por 28.019 euros e 23.595 euros, respectivamente. A cerâmica é a parte menos conhecida das obras de Picasso (1881-1973), cujos quadros costumam alcançar preços astronômicos no mercado mundial de arte. O estilo e o domínio da arte pictórica se apresentam igualmente vivos nas em cerâmica do mestre espanhol, nas quais reproduziu de pessoas a animais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.