Leiloada peça de literatura erótica de 1670

Uma obra do século 17 descrita como a peça mais singular de pornografia inglesa foi leiloada hoje por US$ 88,3 mil dólares. A obra Sodom, or the Gentleman Instructed (Sodoma ou a educação de um cavalheiro), atribuída ao escritor John Wilmot, Conde de Rochester, foi adquirida por um comprador anônimo e por uma quantia muito maior do preço previsto, que oscilava entre US$ 48 mil a US$ 68 mil dólares.O exemplar vendido é a única cópia impressa que se conhece da obra, que segundo se diz, foi escrita para ser desfrutada em âmbito privado na década de 1670. A casa de leilões Sotheby´s a descreve em seu catálogo como uma peça "escandalosamente obscena em suas referências sexuais e escatológica em sua linguagem e seu conteúdo"O texto apresenta a história de um rei fictício do reino bíblico de Sodoma, que decide instituir o amor livre em todo seu território. As conseqüências desta fatídica decisão são uma epidemia de enfermidades venéreas. O conde de Rochester, tão conhecido por sua vida libertina como por seus escritos satíricos, morreu em 1680 aos 33 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.