EFE
EFE

Leilão em Londres vende Picasso por US$ 12 milhões

'Cabeça de Mulher(Jacqueline)' foi pintado em 1963, dois anos após o casamento com sua última esposa

EFE,

03 Fevereiro 2010 | 17h06

A obra "Cabeça de Mulher (Jacqueline)" de Pablo Picasso, um retrato de sua esposa Jacqueline pintado em 1963, foi vendido nesta quarta, 3, na casa Christie's de Londres por mais de US$ 12,9 milhões (9 milhões de euros), em um leilão na qual a artista futurista russa Natalia Gontcharova bateu recorde mundial.

 

"Cabeça de Mulher", que não era exposta desde 1967, foi vendida pelo dobro do preço previsto. Pablo Picasso (1881-1973) pintou o quadro após dois anos de casamento com Jacqueline, sua última esposa e também sua musa.

No leilão, outro quadro de Picasso, "Homem Sentado em uma Cadeira" (1956) foi vendido por US$ 9,7 milhões (7 milhões de euros).

 

Uma das obras que mais chamaram mais atenção foi a arte impressionista "Espanhola", de Natalia Gontcharova (1881-1962), que foi vendida por US$ 10,2 milhões (7,3 milhões de euros), um recorde mundial para a artista e o maior preço pago em um leilão por uma obra confeccionada por uma mulher.

O leilão ainda vendeu obras de Kees Van Dongen e de Matissse.

 

Na temporada de leilões a Sotheby's vai colocar à venda obras de Gustav Klimt, Paul Cézanne e Alberto Giacometti.

Mais conteúdo sobre:
Picasso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.