Leia trechos e músicas de 'Poesia e Polícia', de Robert Darnton

O historiador americano Robert Darnton lança Poesia e Política - Redes de Comunicação na Paris do Século XVIII. Leia trecho da obra e letras de músicas selecionadas pelo autor.

O Estado de S. Paulo

09 de maio de 2014 | 19h40

"A canção que derrubou o ministério de Maurepas: Par Vos Nobles et Franches, composta com base na melodia de Réveillez-vous, Belle Dormeuse e Quand le Péril est Agréable.

Uma versão tradicional, doce e pangente:

Desperta, bela que dorme,

Se minhas palavras lhe dão prazer.

Mas é escrupulosa,

Dorme, ou finge dormir.

Uma parádia apolítica:

Em teus passos, encantadora duquesa,

Em lugar de graças e risos,

O amor faz rodopiar o tempo todo

Um enxame de morcegos.

O ataque contra Mme. de Pompadour:

Por tuas maneiras nobre e francas,

Iris, tu encantas nossos corações;

Em nossos passos, tu semeias flores.

Mas são flores brancas."

(...)

"Uma canção sobre um acontecimento: a Batalha de Lawfeldt, 2 de julho de 1747, entre os franceses e os exércitos aliados, comandados pelo duque de Cumberland, filho de George II. Embora Cumberland não tenha sido derrotado de forma categórica, retirou suas tropas do campo de batalha e os franceses saudaram o desfecho como uma vitória. Cantada com a melodia de Le Pantins.

Paris inteira está contente.

O rei vai para a Holanda.

Paris inteira está contente.

Cumberland levou u,a surra.

E lhe disseram 'Meu filho

Seu pai espera

Dá adeus à Zelândia

E rápido, caia fora".

Tudo o que sabemos sobre:
Literatura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.