Leia trecho de 'Os Lemmings e Outros Contos', de Fabián Casas

Leia a seguir trecho de Os Lemmings, que abre o volume Os Lemmings e Outros Contos, do escritor argentino Fabián Casas.

O Estado de S. Paulo

14 de março de 2014 | 22h04

"A ditaduta foi a disco music. Estava no lugar errado no momento errado. E se não, vejam-me: no meu quarto. Acabo de voltar do cine Lara, na avenida Mayo. Venho de assistir The Song Remaisn the Same, do Led Zeppelin. Todos os sábados via com meus amigos esse mesmo filme. Na sessão coruja. Mal terminava, eu pegava o ônibus para chegar rápido em casa e trocar de roupa. Agora os bambas pretos, o lenço que usava no pescoço, os jeans e o casaco preto caem desordenados sobre a cama. No céu está o sinal dela. É preciso se apressar. Ponho a calça azul, as botas pretas de salto, uma camisa de seda branca, o terno branco com ombreiras. Aliso os cachos com gomalina, me perfumo. Pronto, sou um Travolta de chocolate Jack. Antes de sair, me olho no espelho do guarda-roupa. Perfeito. Quero ir caminhando com tranquilidade de que a discoteca é minha segunda casa. Nada mal, me digo, levar esta dupla vida por amor.

Para que se entenda qual era o sinal que estava tatuado naquele céu cinza de fins dos anos 70 (se de fato querem escutar outra história de amor com final mortal), aí vai. (...)"

Tudo o que sabemos sobre:
Literatura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.