Divulgação
Divulgação

Leia trecho de ‘O Colóquio dos Cães’

‘O Colóquio dos Cães’, texto menos conhecido do autor de ‘Dom Quixote’, ganha edição bilíngue no País. Leia trecho a seguir: “CIPIÃO – Se vais ficar contando as condições dos amos que tiveste e os defeitos dos seus ofícios, amigo Berganza, como ficaste desta vez, mister será pedir ao céu que nos conceda a fala pelo menos por um ano, e mesmo assim temo que, com o teu passo, não chegarás à metade da tua história. E quero te advertir sobre uma coisa, da qual terás a experiência quando te contar as histórias da minha vida; e é que certos contos encerram e têm graça neles  mesmos; outros, no modo de contá-los (quero dizer que há alguns que, mesmo contados sem preâmbulos e ornamentos de palavras, dão contentamento); outros há que é mister vesti-los de palavras, e com demonstrações do rosto e das mãos, e, com mudar de voz, fazem algo de um nada, e de frouxos e desmaiados se tornam agudos e agradáveis; e não esqueças esta advertência, para te servires dela no que ainda tens a dizer.BERGANZA – Farei assim, se puder e se me der lugar a grande tentação que tenho de falar; embora me pareça que com grandíssima dificuldade poderei aguentar a mão.CIPIÃO – Aguenta a língua, que nela consistem os maiores danos da humana vida."

O Estado de S. Paulo

17 Janeiro 2014 | 20h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.