Leia repercussão da renúncia de Emanoel de Araújo

O cineasta e ensaísta Carlos Augusto Calil aceitou hoje o cargo de secretário de cultura do município de São Paulo, deixado pelo artista plástico Emanoel Araújo, que pediu demissão da função que ocupava até ontem, por meio de uma carta aberta à imprensa, dirigida ao prefeito José Serra e enviada ao jornal Folha de S. Paulo, no domingo e publicada na edição de hoje (Leia mais). Confira a reação da classe artística ao conteúdo da carta de Araújo.Celso Frateschi, ex-secretário de Cultura do Município de São Paulo: ?Acho as declarações de Emanoel sobre o teatro mal pensadas, fruto de um desabafo emocional de quem não conseguiu apoio para tocar suas idéias. Não creio que ele considere arte menor feita por um grupo de privilegiados a criação teatral de José Celso Martinez Corrêa ou de Antônio Araújo, do Teatro da Vertigem, alguns grupos apoiados pelo Fomento.?Ana Mae Barbosa, arte-educadora e ex-diretora do Museu de Arte Contemporânea: ?Concordo com a opinião de Emanoel, de que colocar o MAC e o MAM no mesmo espaço vai criar uma espécie de ?Jerusalém das artes?. O MAC, que é um museu de pesquisa, e o MAM, que é da elite, são opostos.? José Celso Martinez Correa, diretor do Teatro Oficina: ?Ele (Emanoel Araújo) pensa o teatro como um museu. Quer o teatro feito no TBC, para visitação, um teatro morto. Não entendeu nada do renascimento teatral que vivemos.?Milú Villela, diretora do Museu de Arte Moderna (MAM): ?Sua saída muito entristece a todos que trabalham na área da cultura. Emanoel é referência no cenário cultural. Quanto ao espaço da Prodam, ele já nos tinha sido ofertado por decreto municipal em novembro de 2000. O prefeito Serra agora vem reafirmar o convite para ocuparmos esse espaço.?Beatriz Segall, atriz: ?Acho surpreendente que esse tipo de crítica ao teatro, totalmente equivocada, venha de uma pessoa culta, inteligente, capaz e realizadora como Emanoel Araújo. É uma crítica feita por alguém que, ao que me consta, não freqüenta as salas teatrais.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.