Legado materno inspira depoimentos

Legado, experiência, carinho - palavras como essas (e outras variáveis) marcam boa parte dos depoimentos presentes em Coisas de Mãe para Filha, primeiro livro do Selo Outono, que inaugura o catálogo adulto da Editora Brinque-Book e que reúne depoimentos de grandes mulheres às suas filhas. São 23 textos de autorias distintas, desde a senadora Marina Silva até a Monja Coen. A organização foi de Adília Belotti, Hilda Lucas, Regina Amaral, Suzete Capobianco e Vera Tarantino. O lançamento acontece hoje, às 19 horas, na Livraria da Vila Lorena.

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

27 Abril 2011 | 00h00

Os depoimentos mostram mães preocupadas com o futuro de suas filhas. É justamente o sentimento de continuidade que norteia o interesse de todas as autoras, algo que se torna ainda mais especial quando uma mulher gera outra.

É esse aspecto que interessou o crítico literário e escritor Davi Arrigucci Jr., autor do prefácio no qual utiliza um verso de Apollinaire, "mães filhas de suas filhas", para mostrar o quanto as mães devem às próprias filhas. "E o quanto se sentem como um ponto de um círculo maior, reversível e ilimitado, que se aproxima vertiginosamente do mistério da existência e ao que há de mais fundo na natureza", escreve.

Dos relatos, o de Marina Silva talvez seja um dos mais fortes, pois relembra o nascimento de Shalom, em 1981, quando a atual senadora, desempregada, foi registrada no hospital como "indigente". Durante o parto, ela sofreu uma queda pressão, o que quase matou a menina. E, na primeira amamentada, Marina temeu que tivessem trocado a filha, pois tinha visto uma garota de pele escura - na verdade, Shalom tinha nascido arroxeada, por conta da confusão.

COISAS DE MÃE PARA FILHA

Lançamento: Livraria da Vila. Alameda Lorena, 1.731, 3062-1063. Hoje, às 19 h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.