Leandro derrota Lucas e vence Ídolos, do SBT

O carioca Leandro Lopes, o favorito do jurados, venceu, na quinta-feira, o programa Ídolos do SBT, a versão brasileira do reality show norte-americano American Idol. A vitória de Leandro, de 22 anos, sobre Lucas Poletto, de 20 anos, rendeu à emissora, que conseguiu uma média de 16 pontos no ibope, o primeiro lugar da audiência durante 25 minutos. O ponto alto da noite foram os duetos dos candidatos com seus respectivos ídolos: Lucas dividiu o palco com Maurício Manieri e, Leandro, com Zé Ramalho. Depois de cantar Admirável Gado Novo em parceria com Leandro, Zé Ramalho declarou: ?Uma música dessa, que tem tantos anos, fica maravilhosa na voz de um talento jovem como ele?. Outro destaque foi a participação dos oito últimos participantes que deixaram o programa. Juntos, cantaram Descobridor dos Sete Mares. Leandro e Lucas interpretaram quatro músicas cada um. Depois de ser anunciado o vencedor, Leandro cantou Deixo A Voz Me Levar, música que estará em seu primeiro CD, que será lançado pela Sony/BMG. Além dos dois primeiros colocados ganharem um laptop cada, Osnir Alves, que ficou em terceiro lugar, foi premiado com uma viagem aos Estados Unidos para assistir à turnê dos finalistas de American Idol. A final do programa foi ao ar na noite de quinta-feira, mas o público votou em seu favorito na quarta-feira - em Ídolos, em vez dos jurados escolherem o ganhador, como nos reality shows Fama e Popstars, o público é quem tem a palavra final.A boa notícia para os fãs do reality é que o SBT já confirmou que Ídolos 2 vem aí. Foi o que disseram os apresentadores da cerimônia, Lígia e Beto, e o jurado Carlos Eduardo Miranda aproveitou para dar um aviso: ?Na próxima, podem ter certeza que vamos ser muito mais rígidos e exigentes?, garantiu.Leia declaração de Leandro antes de ganhar a competição e confira seu gosto musical"Não ganhei nada ainda, sei que será uma disputa acirrada, pois temos um estilo muito diferente. Os meses que passamos aqui me prepararam para ser um ídolo. Já sofri muito de nervosismo e ansiedade e sei que agora estou pronto. Quero fazer música inteligente, que faça o povo pensar, como faz o Zé Ramalho, meu cantor favorito. Já o momento que guardo com maior carinho foi quando o Angel voltou após ser eliminado para dar um apoio aos finalistas. Perdi a voz na hora. A participação do Dinho, do Capital Inicial, também foi marcante, pois sempre tentei seguir seu estilo. Tenho escutado muito Lulu Santos, Barry White, Iron Maiden e Kiss durante as pausas dos ensaios"Ídolos: versão brasileira de American Idol O programa estreou no canal de Silvio Santos em 5 de abril. E assim como a versão norte-americana, foi exibido às quartas e quintas neste horário. Foram 12 mil inscritos em todo o País. Desse grupo, ficaram 117 pré-finalistas.A partir do dia 5 de maio, Ídolos passou a ser exibido ao vivo, mostrando os shows dos 30 finalistas e a votação dos jurados - Carlos Eduardo Miranda, Arnaldo Saccomani, Cynthia Zamorano (Cyz) e Tomas Roth.American Idol é um dos programas de maior audiência da TV americana. Lá, como aqui, o público é quem escolhe o grande vencedor, mas, ao invés dos quatro jurados da versão brasileira, são três: Randy Jackson, famoso produtor norte-americano, a cantora Paula Abdul e o ótimo Simon Cowell, produtor inglês.De sua primeira temporada, saiu a genérica cantora Kelly Clarkson, que faturou dois Grammys em fevereiro, inclusive batendo o ex-beatle Paul McCartney como melhor "performance pop" do ano. Clarkson provou que a fórmula, pelo menos em sua versão original, deu muito certo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.