Lançada biografia de Dorinha Durval

A vida da atriz Dorinha Durval é o tema do livro Em Busca da Luz: Memória de Dorinha Durval, que chegará em breve às livrarias pela editora Record. A biografia de Dorinha foi escrita pelo jornalista Luiz Carlos Maciel e pela publicitária Maria Luíza Ocampo. Nas entrevistas que Dorinha concedeu a seus biógrafos, ela fala de seu passado como atriz do teatro de revista, vedete e cantora e passa por sua entrada na televisão. O auge da carreira artística de Dorinha tem lugar de destaque. Dorinha Durval era uma das Certinhas do Lalau, uma lista de 142 mulheres selecionadas pelo jornalista Sérgio Porto, o Stanislaw Ponte Preta, na revista Manchete entre 1954 e 1968. As Certinhas do Laulau nasceram depois que Sérgio Porto resolveu fazer uma paródia à lista de mulheres mais bem vestidas de 1954, publicada pela Manchete. Ele publicou então a lista ?Mulheres Mais Bem Despidas do Ano?. As mães das vedetes que entraram na lista protestaram e ele adaptou a lista segundo uma expressão usada por seu pai, que dizia ?olha que moça mais certa?. Ficavam assim cunhadas as Certinhas do Laulau. Dorinha Durval foi uma das certinhas. Mas sua biografia contém também um grande fato dramático. Ela assassinou seu marido Paulo Sérgio Alcântara em 1980, pelo que foi condenada a seis anos de prisão em regime semi-aberto. Livre, Dorinha hoje explora as artes plásticas, pintando e esculpindo desde 1997. Em Busca da Luz: Memórias de Dorinha Durval - Ed. Record, 288 páginas, R$ 30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.