Laís Bodanzky ganha mostra de filmes no Sesc Santana

Foi com surpresa que a diretora de cinema e de teatro Laís Bodanzky recebeu o convite do Sesc Santana para participar de uma retrospectiva sobre sua carreira cinematográfica. "Ano passado, o festival de curtas de Santos fez uma homenagem, que foi também muito divertida, e este ano é realmente uma mostra, o que nunca tinha acontecido, formalizada", diz ela. "Acho que tem um significado de que o tempo passou e eu já tenho um caminho."

AE, Agência Estado

04 de junho de 2012 | 11h02

A mostra gratuita combina a exibição de um longa-metragem com outro trabalho da cineasta, de amanhã até o dia 26, sempre às terças-feiras, às 20 horas. Na abertura, será exibido o curta "Bia Bai", feito em VHS, ainda na época da faculdade, na Faap, com o colega Edgard Galvão. Em seguida, é a vez de seu primeiro longa-metragem de ficção: "Bicho de Sete Cabeças".

O filme foi inspirado no livro Canto dos Malditos, que relata o drama real de seu autor, Austregésilo Carrano Bueno, internado em um hospital psiquiátrico pelo próprio pai por causa de um cigarro de maconha, e revelou o talento de Rodrigo Santoro no cinema.

No dia 12, a sessão começa com o videoclipe "Essa Mulher", de Arnaldo Antunes - seu único trabalho no gênero. Depois, o público confere o segundo longa de Laís, "Chega de Saudade", que acompanha uma noite dos frequentadores de um salão de dança em São Paulo.

A sessão do dia 19 abre com o curta "Cartão Vermelho", primeiro trabalho dela realizado em película, sobre uma garota que joga futebol. No universo adolescente, o longa "As Melhores Coisas do Mundo" é a atração seguinte. Já o último dia reserva o documentário "Cine Mambembe, o Cinema Descobre o Brasil", registro do projeto social da diretora e de seu marido, o roteirista Luiz Bolognesi, que resultou no atual Tela Brasil (www.telabr.com.br). Depois, Laís debate sua trajetória no cinema com o público. As informações são do Jornal da Tarde.

SESC SANTANA APRESENTA A CINEASTA LAÍS BODANZKY

Sesc Santana (Av. Luiz Dumont Villares, 579, Jd. São Paulo). Tel. (011) 2971-8700. De amanhã ao dia 26/6, sempre às terças-feiras, às 20h. Grátis.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaLaís Bodanzky

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.